Biografía

Nascida na província de Akita, no norte do Japão, a arte sempre fez parte da vida de Mio Matsuda. Criada numa comunidade de artistas, a cantora recebeu desde cedo a influência da música e da cultura popular.
Formada em antropologia e com um grande desejo de conhecer outras culturas, Mio viajou, inicialmente, para o Canadá e, em seguida, para Portugal, onde se aprofundou no mundo do fado, seu objeto de estudo desde a universidade.

De Portugal, a cantora viajou para o Brasil e para Cabo Verde, sempre interessada em pesquisar mais sobre a música de cada um dos países. Em 2004, representou a música portuguesa no evento “Na Ponta da Língua“, parte do Festival de Inverno do Estado de Minas Gerais (Brasil). Desde então, passou a se dedicar à exploração da música brasileira em todas as suas vertentes. Gravou seu primeiro álbum, “Atlântica” (2005 JVC), no Rio de Janeiro. O projeto partiu da ideia de uma viagem transatlântica que, através da música, conecta Brasil, Cabo Verde e Portugal.
Em 2009, Mio expandiu suas atividades para o Rio da Prata. Gravou "Flor Criolla", seu quarto álbum, sob a batuta do mestre Hugo Fattoruso. Em seguida, imergiu no universo da música popular de outros países da América Latina, tendo se apresentado no Uruguai, na Argentina, no Chile, no Peru e na Venezuela, sempre procurando criar diálogos entre as músicas dos países que visita. Por seu trabalho, Mio é reconhecida como uma espécie de embaixadora da música popular dos países de língua portuguesa e espanhola no Japão.

Seu mais recente projeto, Nihon no Uta – Canções Japonesas, surgiu de uma necessidade de reencontro com suas raízes. Com toda a bagagem acumulada nas inúmeras viagens internacionais, no intercâmbio com músicos de diversos países, nos discos gravados no Japão e no exterior, Mio voltou à comunidade onde foi criada e de lá partiu para uma aprofundada pesquisa na canção popular japonesa. Este projeto levou a cantora a se apresentar em diversas cidades do Japão e da Coreia do Sul onde, mais uma vez, aproveitou para interagir com músicos locais, criando mais uma ponte musical.

Como uma incansável exploradora, Mio Matsuda tem trabalhado com artistas de diversas regiões do mundo, atravessando gêneros e idiomas com sua música. Seu timbre de voz peculiar, a interpretação autêntica e o modo de expressar o amor refletem-se em seu canto doce que engloba os sentimentos e as experiências de que reuniu em música suas inúmeras viagens por tantas terras diferentes.

DSCN3950.JPG

Photo by RYU
twitter.png
myspace.png
facebook.png

Copyright(C)2007 Mio Matsuda All rights reserved.